ALTANGRAM - PINTURA - ESCULTURA - FOTOGRAFIA

Contactos

Albuquerque e Lima Lda
Rua Gil Vicente 86A
3000/202 Coimbra

239703359/ 917766093

mamede.albuquerque@gmail.com

Almalaguês

Almalaguês

Casa Museu das Tecedeiras de Almalaguês e exposição de pintura

 

Almalaguês é uma freguesia portuguesa do concelho de Coimbra, com 22,68 km² de área e 3 111 habitantes (2011). Densidade: 137,2 hab/km².

A freguesia é bastante conhecida pelas tecedeiras que fazem tapetes bastante apreciados em toda a região centro.

Situada a doze km a sul de Coimbra, Almalaguês é a freguesia com maior área do concelho (22 km²), englobando cerca de 1500 fogos que albergam aproximadamente 3 500 habitantes. Tem como limitesCeira e Castelo Viegas a norte, Assafarge a noroeste e a oeste, o concelho de Condeixa a sudoeste, e o concelho de Miranda do Corvo a sul e a este.

É uma freguesia constituída por 26 lugares, distribuídos de forma diversificada. Se, por uma lado se apresentam vários aglomerados de lugares contíguos onde é difícil a distinção entre o final de um e início do seguinte, por outro encontram-se alguns lugares isolados. Almalaguês, a maior povoação e sede de freguesia fica situada aproximadamente no centro de um losango, distribuindo-se os restantes lugares em volta. Assim temos a Noroeste da sede de freguesia o conjunto das povoações de Cestas,BeraQuinta do SebalPortela do GatoTorre de Bera e Outeiro de Bera, formando um aglomerado quase continuo.

Próximo mas mais para Oeste, fica Monte de Bera e Volta do Monte. A Norte de Almalaguês ficaAnagueis, e ainda mais a Norte o conjunto formado por CarpinteirosCartaxosCasal dos MatosQuinta do Colaço e Vale de Cabras. A Nordeste fica a Abelheira, e o conjunto formado por BraçaisPortela do Casal Novo e Casal Novo. Na parte Sul da Freguesia, menos povoada, encontram-se as povoações deTremoa e o conjunto de Flor da RosaRibeira e Chainça (a Sudeste) e Rio de GalinhasMonforte e Sr.ª da Alegria a Sul).

Relativamente ao relevo e paisagem humanizada, estes dividem-se em duas grandes áreas: ao Norte, coberto de florestas (onde predomina o pinheiro e o eucalipto) denominada "zona do barro vermelho"; ao Sul, zona agrícola por excelência onde as culturas mais frequentes são a vinha e a oliveira. Toda a zona é bastante acidentada com cotas que variam entre os 28 m (zonas ribeirinhas junto a Cartaxos) e 320 m próximo de Rio de Galinhas.

[editar]Património